21 diciembre, 2010

Modernizar para evoluir.

Publicado en:
Gazeta Mercantil Latinoamericana, pag 4. 10 marzo 1997. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

 

Investimentos no infra-estruturo portuario sao vitáis paro esse processo.
 

Nos últimos anos temos sido testemunhas da mudanza que o mundo tem experimentado em materia económica, com a adogào por parte de diferentes países, de um sistema baseado na maior participacào do setor privado, onde este possui um rol muito mais ativo. As aberturas das economías, a diminuicao de barreiras tarifarías a facilidade do ingresso dos investimentos estrangeiros, as transferencias de tecnologia e condicoes que permitem urna livre mobilidade de fatores produtivos, tem levado ao que se conhece como globalizagao da economia.

A globalizacao dos mercados e esta mudanca constante do cenário do comércio internacional, fazem com que cada dia o transporte de mercadorias seja mais competitivo e as exigencias dos usuários cada vez maiores. Isto implica urna maior qualidade nos produtos e nos servigos, o que leva a considerar novas técnicas como a Reengenharia, a Qualidade Total ou a melhoria continua.

O servico de transporte se traduz como exceléncia na qualidade da entrega e competitividade dos precos. Por tanto, urna diminuicao do custo do transporte é determinante no ingresso do produto ao mercado. As infra-estruturas viaria, ferroviària, portuaria e aeroportuaria adquirem urna relevante importancia neste processo, onde a busca de racionalizacao dos custos de distribuicao da mercadoria levou a transformacoes profundas de acordo com as novas demandas. Elas tem um grande significado nos termináis portuários, onde é necessària urna mudanca na estrutura e na adequacáo física. Esta adequacao requer um importante investimento em infraestrutura, tecnologia, equipamento e sistemas de informatizacào vitáis no processo de fnodernizacao.

Mas o éxito de um porto requer unía infinidade de adequacoes administrativas que seja convertido num efetivo “corredor” de mercadorias e servicos. Esses aspectos se referem à adequacao simultànea de melhorias institucionais, tais como agilizacao das operacoes de controle de fronteira, transparéncia do marco legal para o transporte multimodal e clareza das aplicacoes de normas fitosanitárias, entre outras.

Nessas transformacoes, o transporte marítimo persegue como objetivo o transporte de um volume maior de carga ao menor custo possível coordenando as operacoes desde diferentes meios de transporte. Este é o conceito do servico multimodal.

A procura destes objetivos oferece um novo conceito de portos chamados portos-pivotes ou acumuladores, que sao os que recebem os navios de maior tamanho e que possuem um sistema de interconexào viària e ferroviaria que permitem a operacao multimodal em forma eficiente. E os portos-feeder que sao os alimentadores e distribuidores das mercadorias que vém ou vào até os pivotes.

Nos países industrializados da Europa e nos Estados Unidos, os portos sao considerados entidades geradoras de beneficios. O planejamento portuàrio tende a ser executado com o objetivo de ser um beneficio pecuniario. Em compensacao, os países em vias de desenvolvimento geralmente adotam a teoría de que os portos sao urna infraestrutura pública para o desenvolvimento sócio-económico regional e nacional, adequando-se ao conceito de cidade-porto. Sao cidades onde existe um porto comercial, cuja atividade afeta de forma direta sua ocupacao, tanto do ponto de vista da rotina de cada habi¬tante quanto do ponto de vista económico.

E foi dentro dessa filosofía que a Comissao Económica para a América Latina (CEPAL), com sede em Santiago do Chile, difundiu no ano passado um estudo no qual se destaca a urgente necessidade da regido de reestruturar as empresas portuarias, em sua maioria estatais, e de aplicar reformas trabalhistas para aumentar a produtividade dos portos. O documento assinala que a eficiencia dos portos tem urna importancia estratégica para o crescimento das economías baseadas na abertura do comércio e nas exportacoes. A.

Rio de janeiro, RJ, Brasil. Marzo 1997.

Dejá un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados *

*

Categoria

Sin categoría

Tags

, , ,